Confiança do Comércio avança e atinge maior nível desde julho de 2014

Data: 
26/01/2018

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) da Fundação Getulio Vargas avançou 0,2 ponto em janeiro, para 95,1 pontos, maior nível desde julho de 2014 (95,4). Em médias móveis trimestrais, o índice subiu pelo quinto mês consecutivo (0,9 ponto). 

“A alta do ICOM em janeiro foi influenciada pela melhora dos indicadores que medem a satisfação com a situação atual, que vem sendo sustentada por fatores como a inflação baixa, recuperação gradual do mercado de trabalho e evolução da confiança dos consumidores. A queda pontual das expectativas sugere ainda certa cautela em relação aos meses seguintes, mostrando que a recuperação ainda deve continuar ocorrendo de maneira gradual neste primeiro trimestre.”, avalia Rodolpho Tobler, Coordenador da Sondagem do Comércio da FGV IBRE.

                                                                  

Perspectivas para o emprego no Comércio

A melhora recente do ICOM também foi observada no Indicador de Expectativas com o Total de Pessoal Ocupado no Comércio. Considerando-se médias móveis trimestrais, em janeiro de 2018, a proporção de empresas prevendo aumentar o total de pessoal ocupado nos três meses seguintes ficou em 15,5%, enquanto a das que preveem reduzi-lo, ficou em 11,2%. No mesmo período do ano passado, estes percentuais haviam sido de 9,7% e 17,0%, respectivamente. O resultado pontual de janeiro é ainda mais expressivo: neste mês, 19,1% das empresas preveem aumentar o pessoal ocupado e 12,5%, reduzi-lo. A diferença entre as parcelas extremas de resposta é a maior desde novembro de 2014.

Clique para material complementar.

Fonte: Portal FGV IBRE

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede